Criado em 1993 o Teatro Negro e Atitude é um grupo dedicado à pesquisa de um teatro que beba e se alimente nas manifestações da cultura popular brasileira de matriz africana para a criação de uma linguagem que difunda e valorize a diversidade cultural do país; investigando textualidades, corporeidades e musicalidades existentes na cultura afro-brasileira e seu emprego no fazer teatral, desde a estética de seus espetáculos até o treinamento do ator, num processo que é entendido como “descolonização do corpo”. Seu surgimento foi - ainda é - uma inovação estética.

Compreendendo as artes cênicas como aliadas cruciais na construção da sociedade e, por consequência, do desenvolvimento intelectual humano, desde sua criação o grupo desenvolve espetáculos teatrais de alto nível técnico (estética) e grade relevância sociocultural (ética) com o intuito de compartilhar os saberes práticos e teóricos adquiridos em sua pesquisa, horizontalizar o acesso à informação no que tange à cultura e história do Negro no Brasil e o combate ao racismo. Assim, o Teatro Negro e Atitude vêm conquistando um público cada vez mais amplo, numa trajetória ascendente que o coloca entre os expoentes do “teatro negro” no Brasil.